quarta-feira, maio 26, 2004

A Dare To Be Stupid se auto-proclama a partir de hoje em férias, recesso, greve, intermission, intervalo, ou qualquer coisa que o valha.

Daqui a umas duas semanas eu dou notícias, amiguinhos.

E lembrem-se:

Amor não existe
Azor existe




domingo, maio 23, 2004

Me Dá Um Copo D'Água

Estreou hoje, às 2 da matina, o maravilhoso programa Me Dá Um Copo D'Água, na Rádio Muda FM...

Apresentado por mim, pelo Sávio e pelo Mateus, o programa teve uma incrível seleção de músicas escolhidas pelos três e um monte de bobagem sendo descarregada pelos mesmos...

O programa pretende ter um convidado por semana, que poderá escolher três músicas (é só levar elas!). Na estréia, não houve convidado, mas se você quiser ser um, fique à vontade para comentar se oferecendo... É só combinar!

Para ouvir o programinha, é só sintonizar o 105,7 FM em Barão Geraldo, Unicamp e suas adjacências, como Jd. Sta. Genebra. Não está em nenhum desses locais no horário? Não se preocupe. Clique aqui e clique depois em "ESCUTE A RÁDIO MUDA". E pronto! Mesmo se sua conexão for discada, você consegue ouvir toda a bobeira que sairá das suas caixinhas de som!

Aguardem o programa #2, que vai ser melhor ainda que o primeiro!

segunda-feira, maio 17, 2004

Poesias Poéticas

por Gustavo Horwath Ramos

Dinheiro

"É difícil
Mas quando eu tenho dinheiro
Eu pago pra todo mundo.
Se não tenho
Tudo bem,
Porque alguém paga pra mim.
E se ninguém pagar pra mim,
Tudo bem também.
Aí eu vou lá e roubo"

Gustavo, em um momento da mais pura inspiração, recitou essa poesia em Campinas - SP, na casa do Sávio, depois de muitas cervejas. Muitas. Depois, queimou a mão na lâmpada de propósito, jogou umas baratas em algumas pessoas e se auto-flagelou com um taco de bilhar.

segunda-feira, maio 10, 2004

Filmes À Putanesca

Vamos à mais um resumo/resenha desse que é mais um clássico da pornografia cômica. O nome da obra-prima é A Fuga (Nome original, não?)

Resenha de filme : "A Fuga"

O segundo mais clássico dos filmes do Barraco do Gordo, em SP. "A Fuga" traz à tona toda a ruindade de uma produção pornográfica brasileira. Falas péssimas, atores e atrizes horríveis, cenários de 4ª categoria ... Basicamente, uma lata de merda. Mas por isso é tão cult. E hilário.

Todas as atrizes do filme têm peitos caídos, com exceção de uma que tem os peitos gordos, com estrias, o que também não é algo bonito de ser ver. Os atores também são um show à parte, fazendo caras e bocas super dramáticas.

A história da joça: Um ladrão é perseguido por um policial. O ladrão entra num helicóptero (deve ser traficante) e foge. O policial vai pra casa e conta tudo que houve para sua esposa. Ela diz "Ah, você tá muito nervoso, relaxa" e acho que vocês sabem o que acontece. Eles vão para o tapete (que deve ter sido comprado especialmente para o filme, pois solta muito pêlo nos dois, que sempre estão com vários fiapos brancos pelo corpo) e mandam ver. Os peitos da mulher são horríveis. Um nojo mesmo. Depois eles vão para a cama. A cama range pra caralho. O cara tira a camisinha para gozar, e o negócio dá uma estilingada na giromba do rapaz, que deve ter doído por uns bons dias. Um pouco de porra fica pendurado no brinco da mina. Extremamente engraçado. Depois, o policial comedor liga para um companheiro, e pede para que ele obtenha informações sobre o bandido que escapou com uma mulher lá. Todos sabemos como se desenrola a próxima cena.

Uma loira é a tal mulher. Se não tivesse os peitos horrivelmente caídos, seria a melhor garota do filme. Mas tem. O negócio ocorre normalmente, mas existem 3 detalhes nessa cena:
- A mina bate a cabeça na parede no meio da fornicação.
- O negão fica fazendo biquinho e suando como um porco. Chega a pingar. Ugh.
- Ouve-se uma voz (provavelmente da vizinha): "Cê vai apanhá!"

Agora, o grand finale. Um rapaz (no caso, o bandido) vai num barzinho, onde duas mulheres extremamente horríveis (uma gorda e uma magricela que dá dó) tomam cerveja. Nota-se ao fundo os garçons olhando para a mesa, rindo e comentando, tipo:
- "Não vai lá não que eles tão filmando um pornô, Soares!"
- "E aqueles dois monstros são as atrizes? Eca. Coitado do cara..."
Ou algo assim. Então as "minas" chamam o cara pra mesa delas. Conversa vai, conversa vem, e ele chama elas para o apartamente dele. Chegam lá, e tal, e começam a se roçar... Quando a magricela vai tirar a calça jeans do cara, o zíper emperra. Ela faz uma cara de desespero e olha para a câmera. Depois de um corte seco, o cara já está sem calças. Ouve-se uma conversa telefônica em alto e bom som. Algo do tipo "Às nove tá bom pra você? Então tá. Até lá então". "É a minha vizinha fofoqueira", justifica o cara. As conversas continuam por toda a cena. A magrela some do nada. A gordona (que usa um boné pra trás bizarro, by the way) fica chupando a piroca do cara. Ela se dá umas lapadas na cara com a manjuba do moço. Ele aplica uns tapas na cara dela. Lá pelo segundo tapa, ela segura a mão dele, é bem engraçado. A magra volta. Ela tem uma enorme moita em suas calças, parece que não apara os pêlos lá de baixo desde sempre.

Todos vão para a cama, viva! A cama, como todos os móveis dessa produção, range. Eles riem o tempo todo. É a vez da gorda sumir do nada. A câmera mostra ela vasculhando umas gavetas, achando um papel e usando toda sua veia artística de atriz pornô para dizer "Ahá, achei o que eu estava procurando! Agora ele vai se ver comigo". Os outros dois já acabaram seu coito. O rapaz está de bruços e, magicamente, apareceu uma sunguinha rosa nele. A garota que havia sumido algema uma das mãos do rapaz, que entrega a outra mão, tentando mostrar resistência com frases como "Que é isso? Peraí!". Agora a magia do cinema: na próxima cena, uma das garotas está vestida, sendo que estava pelada na anterior, a outra está pelada, e o cara de sunga. Os três vão para a delegacia vestidos assim. Fim. The End. Não é um belo final para um belo filme?

"A Fuga". Uma sessão de bom humor e gargalhadas que só brasileiro poderia nos proporcionar; Assistam, se tiverem a oportunidade! E se alguém quiser a fita emprestada, é só entrar em contato, beleza? (Embora eu duvide que alguém, além de mim, tenha coragem de assistir essa película)

-----------------------------------
Los Hermanos Em Campinas


Eu tô lá, canto direito de cima, entre as duas meninas, a de preto e a de cinza. A Gabi tava do lado...


Já foi. Sim, foi uma maravilha, um dos melhores shows que já vi, e embora "Pierrot" não tenha sido tocada, todo o resto que eu queria estava lá, além das inesperadas versões de "Sweet Child O' Mine" (com direito à dancinha e gritinho à la Axl Rose do Amarante) e da música-tema de "Armação Ilimitada". Estivemos presentes eu, Gabi, Markito, Renan e Marcel. O setlist, fotos e opinião de quem foi (leia, que eu fui, e dei opinião) você encontra na parte "shows" do site oficial.

quarta-feira, maio 05, 2004

Adote Um Mullet

Ah, o velho e bom Adote Um Mullet de volta... Hoje, pra dar uma adiantada, vou colocar não só um, mas dois mullets! Um velho e um novo, pra contrabalancear. E vou tentar continuar assim, até acabarem os velhos (se bem que nem tem tantos...)

O primeiro mullet, o mais antigo, é de Marcel Silveira Leite, o próprio filho de Azor, o quase Azor Neto. Foi o segundo mullet a ser adotado, após o do Léo. Hoje o mullet está maior e mais belo, e em breve espero poder mostrá-lo à vocês com uma foto novinha em folha. Quem adota é Róger Stuan, que em um futuro post terá seu mullet (pequeno, humilde, mas presente) adotado.



Róger adotando o mullet de Marcel


A mesma cena, de outro ângulo


O outro mullet, adotado essa semana, é de Pedro Couto, adotado por Beatriz "Bibi" Filipov. O mullet de Pedro passa bem, mas corre o risco de ser cortado em breve. E o dono do mullet nem sabe que o mesmo foi adotado, pois a foto foi tirada sem seu conhecimento. Taí, Pedrão, seu mullet tá adotado! Feliz?


Bibi adota o mullet de Pedrão sem o conhecimento do mesmo


É isso aí pessoal, em breve mais mullets, mais adotantes, e mais fotos tiradas sem os donos dos mullets saberem.

---------


Los Hermanos Em Campinas

E sexta-feira tem show do Los Hermanos em Campinas! Yeah!


Imagem tirada do blog Cara Valente


O show vai ser no Campinas Hall, no dia 7/5, e os portões abrem às 22:30! Para saber onde comprar ingressos, entra no site oficial do Los Hermanos que lá tem os pontos de venda. O preço (por enquanto) é R$ 15,00!

Se o show for parecido com o último deles, em Manaus, no dia 1/5, o setlist deve ser mais ou menos assim:

- O Vencedor
-Além Do Que Se Vê
- Retrato Pra Iaiá
- Último Romance
- A Outra
- Tá Bom
- Conversa De Botas Batidas
- Adeus Você
- Todo Carnaval Tem Seu Fim
- O Velho E O Moço
- Um Par
- Fingi Na Hora Rir
- Sentimental
- Deixa O Verão
- Do Sétimo Andar
- Quem Sabe
- De Onde Vem A Calma
- Cara Estranho
- Samba A Dois
- A Flor


Showzão! Só sinto falta de "cadê teu suín-?" e de "Pierrot", se bem que essa última é quase impossível eles tocarem. Mas tudo bem!

Eu, a Gabi, o Renan Magalhães e o Marcos "Markito" Ferrazzo já garantimos nossos lugares, corre logo comprar o seu antes que aumente o preço!