sexta-feira, junho 18, 2004

Poesias Poéticas

por Gustavo Horwath Ramos

Camisinha É Foda!

"Camisinha é foda
Porque não entra no meu pau
Meu pau não é tão grosso
É grande, mas não tem nada a ver
Aí eu tô lá, de pau duro
Mó excitadão
Vô pôr a camisinha aí dói pra caralho
Aí eu fico nervoso, e fico fico de pica mole
Mas num tem nada não;
Porque eu tô treinando;
As Playboy do Juliano tão me ajudando
E já tô obtendo resultados.
Mas é foda.
Dói."

Gstav manda um recado para os fãs de suas poesias: "Minha carreira de poeta estava declinando, mas agora estou voltando à forma. Esperem novas poesias inspiradoras...!!!" Gstav é estudante da 8ª série, usa tênis All-Star e é Jackass (quase) profissional. Só perde pro Steve-o.

E as poesias do mestre estão acabando! Se você tem alguma pérola poética que acha que se encaixaria muito bem aqui, mande para jp_augusto@hotmail.com com nome e título que eu leio e publico, okay? Aguardo poesias bem poéticas!

domingo, junho 13, 2004

I Can't Watch This!

O filme de hoje é um clássico dos clássicos, que reassisti essa semana, e me apaixonei mais ainda. Não lembrava que ele era tão bom e engraçado quanto é... Esse filme é o Ataque Dos Tomates Assassinos.

O Ataque Dos Tomates Assassinos! (Attack of the Killer Tomatoes!), 1978
de John De Bello
escrito por John De Bello e Costa Dillon

O Ataque Dos Tomates Assassinos é o início de uma saga com tomates que matam gente, que teve quatro filme (e há rumores de um quinto vindo aí). Tudo começou em 1978...

Se você é fã de filmes trash, já deve ser familiar com esse filme, então deve estar acostumado com pessoas correndo da câmera, enquanto alguém joga tomates (normais ou gigantes de papel maché) atrás delas.
O filme conta a história de quando os tomates se revoltam e começam a... bom, matar pessoas.


Mason Dixon, herói do filme. Olha a cara do figura.


Mason Dixon (David Miller) é chamado para conter esse ataque, e com ele é recrutado um time nada normal: um especialista em mergulho (que não tira a roupa de mergulho, e sua única cena de destaque é ele mergulhando numa fonte em praça pública), uma especialista em natação (que tem o corpo da Preta Gil, e com esteróides como se fossem cereais matinais. Acaba morrendo), um especialista em disfarce (esse é o melhor! Infelizmente, acaba morrendo quando, infiltrado no acampamento dos tomates disfarçado como um deles, faz a infeliz pergunta "Passe o ketchup?") e um especialista em... Bom, um especialista. Esse é Lt. Finletter , um cara vestido de paraquedista que anda por aí arrastando seu pára-quedas (aberto) e com uma espada na mão.


Uma das cenas memoráveis do especialista em mergulho.


A repórter Lois Fairchild (Sharon Taylor) vai atrás de Dixon e Finletter, procurando informações sobre os tomates assassinos. Lois é tão feia, mas tão feia, que sua maquiagem devia incluir um saco de papel, se é que vocês me entendem. A função dela é ser "a gostosa" do filme, mas não cumpre nem um pouco seu dever.


A comida preferida da especialista em mergulho.


Jim Richardson (George Wilson) é o porta-voz do presidente que faz de tudo para provar ao mundo que os tomates são bonzinhos, e vai numa agência de publicidade tentar manipular a opinião pública. Um dos motivos colocados nos comerciais para os tomates serem apreciados pelo povo é "Tomates maiores fazem pizzas maiores"!


Infelizmente, esse foi o fim do nosso especialista em disfarces... "Passe o ketchup?"


Bom, Jim tenta matar Dixon para que sua operação a favor dos tomates continue, mas Finletter aparece com sua espada (e seu pára-quedas aberto, óbvio) e mata o Sr. Jim Richardson. Então, permanece o mistério : o que pode parar os tomates? Dixon percebe depois que os tomates são vulneráveis à chatíssima música "Puberty Love" (um hitzinho no filme, tipo um "Tô Nem Aí", uma coisa irritante que faz sucesso). Então, ele toca "Puberty Love" e depois pisa em todos os tomates, junto com uma multidão de loucos.


Finletter com a "linda" Lois Fairchild.


A repórter é então encurralada por um tomate com protetor de ouvidos (??????). Dixon mostra a partitura da música (??????²) para ele, que encolhe e morre. No fim, para dar um ar mais clichê ao filme, Lois e Dixon se apaixonam, mesmo sem terem trocado uma palavra durante o filme.


O tomatão com tapa-ouvidos, encurralando Dixon e Lois.


Curiosidade: A música "Puberty Love" foi o primeiro trabalho de Matt Cameron, que hoje é baterista do Pearl Jam! Quem diria, hein? Bizarro! Se alguém se interessar pela letra traduzida do tema (que gruda na cabeça e não sai mais) do filme e da maravilhosa "Puberty Love", é só pedir, que eu faço um post com as letras e suas traduções...


"Puberty Love", nem os tomates, nem os personagens, ninguém aguenta.


Se alguém tiver notícia de qualquer uma das três continuações em alguma locadora de Campinas, entre em contato, que eu (e muitos) estão interessados!

Fotos do site BadMovies.Org

terça-feira, junho 08, 2004

Cuspido E Escarrado

Hoje, descarregando a maioria do arquivo do Cuspido E Escarrado do ano passado, para poder dar espaço ao que há de novo, na próxima edição. Então, hoje, juntinhas, a sessão Cuspido E Escarrado e a sessão ...Mas Nem Tanto, para os nem tão parecidos assim. Vamos lá?

Vamos começar com uma que no começo estava na parte ...Mas Nem Tanto, mas foi constatado que realmente os dois são idênticos. Estou falando de Léo Lourenço e o fabuloso Gato Félix!!!



Continuando, temos uma mistura de Daniel "Doug" Akstein e Guilherme "Homer" Grigol em um só personagem. É o funga-funga do abacaxi Premonição 2... Rory Peters! (O filme é ruim, mas engraçado pra caramba!)



E por falar na semelhança de Guilherme Grigol com o personagem mais popular dos Simpsons, o que vocês acham: idênticos ou incompatíveis?



Anyways, a seguir temos a dupla inseparável do desenho Ursinho Puff. Marcos "Markito" Ferrazzo é Leitão...



... e José Marcelo Siviero, o popular , é o próprio Puff!



Um japonês que já pareceu com Dalai Lama. Estou falando de Miguel Nakajima, que quando raspava os cabelos, ficava a cara do guru!



Agora, a sessão cantoras brasileiras. Primeiramente, temos Sávio França, com seu look cabelos compridos, de 2000, ano em que ele parecia com... Gal Costa!



E Túlio Paiva, atualmente estudando História na PUC, já pareceu (ou parece?) com Maria Bethânia!



Quase terminando, temos Juliano "Gordo" Chiusoli, e sua impressionante semelhança com Preston Lacy, o gordo de Jackass.



E pra fechar com chave de ouro, a minha suposta respectividade com Tom Green, aquele que fez o pior filme do mundo, Fora De Casa. Se você tem Mtv Latina, já ouviu falar do babaca.



Se bem que eu não uso mais esse cavanhaquinho, e meu cabelo já tá bem diferente...

De qualquer forma, acharam todos bem parecidos? Algum nada a ver? Alguma sugestão? Postem nos comentários, pois no próximo Cuspido E Escarrado, só novidades!

E aguardem o descarregamento dos arquivos do Adote Um Mullet, em breve!

quinta-feira, junho 03, 2004

Filmes À Putanesca

De volta com mais sátiras porno-erótica-putarias de filmes conhecidos. Se você acha os títulos engraçados, tente assistir os filmes! É mil vezes mais engraçado! Além do nome e das tentativas de imitar as cenas, tem também as atuações maravilhosas, além, é claro, de coitos!


Babewatch
Original: Baywatch, ou S.O.S. Malibu
Traduzindo literalmente, AssistindoGatas, ou algo assim. Na versão em português, talvez um S.O.S. Malibusto, S.O.S. Malibunda, ou até o chulo S.O.S. Malibuceta. Trocadalhos do carilho que só a pornografia traz à vocês.


Barebitch Project
Original: Blair Witch Project, ou A Bruxa De Blair
Olha, esse seria O Projeto da Puta Pelada, o que foge completamente do título em português... Talvez A Bunda de Blair, ou melhor, A Buça de Blair! Não ficou ótimo? Já posso arranjar um emprego como tradutor de filme pornô! Cês já viram um daqueles em que "Oh my God" vira "Porra, que gostoso!" na legenda?


Beaver And Buttface
Original: Beavis And Butthead
Nossa. Como conseguiram fazer uma versão pornô de Beavis E Butthead? Esse eu gostaria de assistir, viu, deve ser muuuuuito engraçado... A tradução literal é Buceta e Caradebunda. Um trocadilho com isso? Putz... Minha mente não tá tããããão poluída assim pra achar um desses tão fácil.


Being With Julia Ashton
Original: Being John Malkovich, ou Quero Ser John Malkovich
Nossa, uma versão pornô desse filme deve ser muito boa!!! Afinal, Quero Ser John Malkovich é um puta filme legal!!! A tradução é meio sem graça, ficaria algo como Quero Estar Com Julia Ashton. Sem trocadilhos, nem nada. Bah.


Beverly Hills 9021-Ho! 1
Original: Beverly Hills 90210, ou Barrados No Baile
Pô, que genial transformar um "0" ("oh") em "Ho". A tradução seria Beverly Hills 9021-Puta, mas não tem graça. Traduzindo o título em português, o trocadilho genial poderia ser "Gozados No Baile", "Torados No Baile", sei lá.


Bitanic
Original: Titanic
A versão bissexual do épico do navio. Acho que nem tem uma tradução que fique melhor que o original... Já vi por aí um tal de Tetanic, sabe, relacionado à tetas, mas deve ser outro.


Blowjob Impossible
Original: Mission Impossible, ou Missão Impossível
Acho que pra quem sabe o que é um blowjob, fica claro que a tradução ficaria algo como Boquete Impossível, Chupeta Impossível, ou algo assim. Mas claro que os tradutores arranjariam um trocadilho bacana. Eu não consegui pensar em nenhum, vocês conseguem?


Boldfinger
Original: Goldfinger, o do 007
Pô, "Bold" não quer dizer "negrito"? O dedo do cara é em negrito? E isso ajuda ele em suas aventuras sexuais? Realmente, não entendi.


Boneheads
Original: Coneheads
Pra quem assistiu o original, sabe que os caras têm cabeça de cone. E "bone" é tipo "pau duro", "ereção". "Os Cabeças de Ereção" ficaria horrível. Talvez "Pirocaheads". Ou "Pauheads". Ou "qualquer outros sinônimo do órgão sexual masculino que exista-heads".


Boobarela
Original: Barbarella
Pra quem sabe que "boob" é "teta", o trocadilho do nome fica óbvio. Em português, como faríamos? Eu recomendo "Buçarella, que perde a conotação mamária, mas fica bacana, além de parecer com "muzzarela", um queijo bem bacana.


The Boobyguard
Original: The Body Guard, ou O Guarda-Costas
Se traduzirmos literalmente, fica "O Guarda-Tetas". Péssimo. Agora, o que vocês me dizem de "O Guarda-Xotas"? Hein? Hein? Tô falando, mereço um emprego de adaptador de títulos. Alguém aí precisa de um?

Ficamos por aqui hoje. Se você tem uma sugestão melhor para algum de meus projetos de títulos, é só tascar nos comentários que todo mundo vai ler, okay? Em breve, a letra C desse dicionário tããããão divertido e interessante!

terça-feira, junho 01, 2004

Bebedeira: do primeiro gole à ressaca

Acaba hoje o recesso da Dare To Be Stupid. Ocorrerão pequenas mudanças aqui, okay? Na verdade, a mudança será que não haverá mais uma ordem de sessões, tipo Azor depois de Filmes À Putanesca. Agora, será tudo postado dependendo do que eu tiver escrito e do que vocês pedirem nos comentários, beleza?

Então, vamos à um guia para você que "enche o coco" (como diria meu Tio Chico) sempre que pode.

Bebedeira: do primeiro gole à ressaca



Aqui apresentaremos todos os estágios de uma embriaguez. Desde o primeiro gole até o dia seguinte, passando pelo vômito e outras partes nojentas. Cada estágio terá uma música-tema, com letra condizente, se quiserem copiar, é só usar o amigo KaZaA.

Estágio 1 - "O Início" - O início é comum. É o estágio em que o álcool tem seu primeiro contato com o organismo do ser. Fica-se neste estágio até a primeira alteração dos sentidos.
Música-tema - "A Turma do Funil"

Estágio 2 - "I'm Happy" - Neste estágio, a pessoa, mesmo sabendo não estar bêbada, recebe uma ordem do cérebro para agir como se estivesse bêbada. É a chamada tontura, o meio-termo entre a sobriedade e a embriaguez. Nessa hora, tudo é engraçado e bacana. A pessoa se sente mais feliz e disposta a conversar, mesmo que não tenha a mínima idéia do que dizer. Nesse estágio, o indivíduo ainda tem consciência do que está fazendo, e a parada com a bebida nessa hora pode determinar a realização de uma bebedeira ou aborto da idéia. Geralmente, se a pessoa está tonta, já aproveita para ficar bêbada.
Música-tema - Garotos Podres - "O Mundo Não Pára de Girar (Por Isso Estou Tonto!!!)"

Estágio 3 - "Yuuuuupieeee!!!" - Esse é o estágio conhecido como "Tô legal". O indivíduo não admite estar bêbado nem a pau, e é aqui que começa a parte bonita da embriaguez. Aqui, o embriagado perde seus escrúpulos, sua vergonha, e talvez até suas roupas. Porque bêbado adora ficar pelado. É nesse estágio que o bêbado faz coisas que o envergonharão para o resto de sua vida. É comum também a tentativa de cópula com várias pessoas do sexo oposto, pois o bêbado nesse estágio se acha sexy, feliz e lindo.
Música-tema - Ratos de Porão - "Beber Até Morrer"

Subestágio 3a - O Subestágio em que o bêbado conta piadas. Bêbado adora contar piadas. Mesmo que não lembre do final delas.
Subestágio 3b - O Subestágio em que o bêbado compartilha histórias intímas e pessoais. Bêbado adora se abir com os outros.
Subestágio 3c - O Subestágio em que o bêbado ama todo mundo. Bêbado é um ser feliz e amável com todos. Mais que ele só os emaconhados, mas isso fica para uma outra vez.

Estágio 4 - "Vomitando Com Estilo" - O estágio mais "eca" da bebedeira. A regurgitação. Só ocorre com bêbados iniciantes ou pouco competentes. Os estilos vomitais:
a) No pé de alguém;
b) No seu próprio pé ou corpo;
c) Em algum recipiente; (Leia-se qualquer recipiente. Ex: latinha de cerveja)
d) Chão;
e) Privada ou Pia; (Ha-ha. Como se algum chegasse lá)
f) Todas as anteriores e mais alguns lugares;
Alguns bêbados param por aqui, sentindo que já passaram da conta. Já os terminais, consideram esta fase uma parte normal, e após o vômito continuam bebendo (a bebida, não o vômito)
Música-tema - Green Day - "Suffocate" ou Andrew W.K. - "Party Til You Puke"

Estágio 5 - "Dirigindo Sob Infuência" - Para muitos, o último estágio. Esse estágio somente se aplica àqueles que dirigem embriagados, por se adequarem no perfil "Quequéisso meu, eu tô legal, olha como eu ando reto... Coitado, cê acha que eu tô muito lôco? Cê num me conhece..." Pode ser o último estágio mesmo, porque provavelmente a pessoa não terá mais oportunidade de beber, a sete palmos do chão.
Se seu estilo bebâdo não é esse, pule para o próximo estágio.
Música-tema - Offspring - "D.U.I." ou Green Day - "D.U.I."

Estágio 6 e final - "The Day After" - A famosa ressaca. Bêbado que é bêbado dormiu a noite anterior com a roupa do corpo (às vezes vomitada), no primeiro local que encontrou. Ex: Sofá, Mesa de Bilhar, de pé (na verdade, provavelmente ele irá cair ao dormir, mas...isso não vem ao caso)... Nesse estágio, ocorre a famosa dor de cabeça e talvez mais vômitos. Nesse estágio o embriagado promete "Nunca mais beber". E a gente acredita.
Música-tema - Atari Teenage Riot - "Sick To Death"

Passado o Estágio 6, você está pronto para voltar para o Estágio 1! Parabéns, continue assim e talvez você se torne um alcoólatra!!!!