terça-feira, junho 14, 2005

Olha só o que eu ganhei de dia dos namorados da pessoa que mais me ama nesse mundo*:


- DVD Bad Taste (ou Náusea Total), primeiro filme de Peter Jackson, que depois de muitos anos viria a dirigir a trilogia daquele baixinho e seus amigos lutando para queimar o anel. Náusea Total é trash de primeira, sangrento e escatológico no melhor estilo Evil Dead da coisa.


- DVD Fome Animal (ou Brain Dead ou Dead-Alive), filme de 1992 do mesmo Peter Jackson, trash como Náusea Total, mas aqui com mais categoria. Muito sangue, tripas, vísceras, padre lutando kung-fu e macacos-ratos(?). Quem acha que chamá-lo para dirigir o filme do garoto dos olhos claros e pés peludos cercado por barbudos indo queimar a ruela foi um negócio arriscado levante a mão!


- CD "High Voltage", o primeirão do AC/DC. Por apenas R$ 14,00. Putz, nas lojas sempre tá pra lá de R$ 40,00, e eu em sebo acho uma promoção dessas. Ser rato de sebo cada vez mais tem valido a pena... Contém clássicos como "It's a long way to the top (if you wanna Rock'n'Roll)", o bluesão "The Jack" e a fodássima "T.N.T.". Discoteca básica de qualquer roqueiro que se preze.

* Eu mesmo, é lógico. Quem mais me daria presentes tão legais?

5 comentários:

ANTEDEGUEMOOOON disse...

Você poderia me dizer qual o endereço do blog do ANTEDEGUEMOOON!

KK disse...

me convida pra assistir e ouvir?????????????????????? please!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

eu levo a pipoca, a coca e a vodka!!!!!!!!!!!1


EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!


bjo bjo

te amo!

KK

Baiano disse...

Também ganhei presente da pessoa que mais me amo no mundo. E nossa relação está ameaçada depois disso.

A intençõa foi boa: o novo livro do Hunter Thompson, Screw Jack.

Mas o livro é uma bosta. Pura sacanagem da Conrad tê-lo editado depois dos dois excelentes titulos lançados anteriormente.

Quem manda ter a pessoa que mais ama no espelho...

João disse...

Bad Taste é demais.
High Voltage é demais.

Falta assistir Fome Animal.

Algo me diz que é demais.

João disse...

Assisti.

Fome Animal é DEMAIS.

Um dos melhores trash que já assisti.

E com mais sangue, também.

E ficar comentando no próprio blog em posts antigos é a coisa mais solitária e fim-de-carreira que eu já vi.