sexta-feira, dezembro 28, 2007

Que 2007 vá com Deus!

E que venha 2008. Se tudo der certo, um ano melhor pra nós todos!

Happy New Year, fuckers!

sábado, dezembro 22, 2007

It's time to be nice to the people you can't stand

Apesar de esse blog estar mais desatualizado do que nunca, aqui estou para desejar a todos meus três leitores meus sinceros votos de boas festas. Não só agora no fim do ano, mas o ano todo: boas festas!

Merry Christmas, everybody! Eu volto a atualizar em breve.

quinta-feira, novembro 08, 2007

E agora, para algo completamente diferente.

Finalmente, algum texto depois dessa avalanche de Youtubes da vida. O Youtube fez um favor aos blogueiros: não tendo o que dizer, é só tascar um vídeo, e está feito seu post. Como eu reconheço que isso é fácil demais, vamos aos meus últimos pensamentos sujos em relação ao universo e tudo mais.



O SBT voltou a exibir o programa que desvirginou muitas mãos inocentes no final da década de 90. Nas madrugadas, sob o comando de Helen Ganzarolli e um bobo desconhecido (o cara da esquerda da foto já rodou), está de volta o inesquecível Fantasia. Agora, as infinitas mocinhas bonitas trajam apenas um biquininho e uma pequena canga. Droga, porque não era assim na minha época de adolescente? Eu tinha que me contentar com as blusinhas e shortinhos... se bem que eu não reclamava nem um pouco. Entendo muito bem o porquê do nome do programa.

******




Eu acho a Rihanna muito melhor que a Beyoncé. Guilty pleasure. A Beyoncé pode ser uma gostosona, mas a Rihanna... é muito lindinha. E alguém se importa com a minha opinião? Nope! Mas pra isso serve um blog.

******




Finalmente consegui comprar a Revista M..., na Av. Paulista. E, pra variar, estava na sessão pornô. É só ter uma mulher semi-nua na capa (no caso, a Regininha Poltergeist, recém atriz pornô), e pronto: tacam na sessão pornô. Porque a Rolling Stone com a Grazzi peladona não foi parar lá? Enfim: a revista tem textos de Gabriel, O Pensador, Rosana Hermann, e entrevistas com a já citada Regininha, Tico Santa Cruz, dos Detonautas, e o (ou a) Lacraia, com fotos de macho. Recomendo.

******


Por falar em putaria, aguardem um post com o melhor e o pior dos vídeos pornôs que circulam no Pornotube, no Youporn, entre outros sites de hospedagem. Porque disso, eu entendo.

******


Para fechar com chave de... de... enfim, fechar com chave, um vídeo do Puff Daddy do momento, o cara que por osmose faz sucesso, o Kenan do pop, o rapaz que chupa canções famosas e frequenta o hit-parade gozando com o pau dos outros: Sean Kingston. A primeira canção descaradamente pegava "Stand By Me" e destruía. A nova, "Me Love", é uma cópia de "D'yer Maker", do Led Zeppelin. Vejam se conseguem assistir até o fim. Eu não consegui.




Pára de roubar música dos outros, maconheiro de merda!

domingo, novembro 04, 2007

sexta-feira, novembro 02, 2007

É tudo "ão".

Quem descobrir o que o Latino, rei dos reis, canta no refrão de "Sem Noção", ganha um doce. Eu já consegui distinguir as palavras "Queridinho" e "Playmobil".



Que malão, que melão, que capozão! É tudo "ão"!
O Latino sempre me surpreende. Que venham mais. Já que o Supla Zoo Papito não está em voga atualmente... Dois mestres do cancioneiro popular.

segunda-feira, outubro 29, 2007

O que anda frequentando seus ouvidos?


Shake your booty.


O que vocês, visitantes e leitores (se é que ainda existem), andam ouvindo ultimamente? Eu digo a vocês o que tem tocado em meus headphones: disco music. Isso mesmo, Kool and the Gang, KC & The Sunshine Band, Tavares, essa turma. Vocês sabem, do a little dance, make a little love... pretty much the whole thing.

Não sei de onde tirei a idéia de fazer download desse tipo de música. Talvez tenha sido quando o Pedrão me fez prestar atenção na linha de baixo de "Macho Man", daqueles cinco caras bigodudos vestidos para deleite do fetiche homossexual. Ou então quando assisti o vídeo do Abiola cantando "You Sexy Thing" com toda sua desenvoltura. Enfim, baixei os grandes sucessos da disco music setentista.

E não é que achei sensacional? Muitos elementos do funk, ritmo contagiante, e às vezes até letras interessantes... às vezes, eu disse. Prefiro mil vezes ouvir a trilha sonora completa do Saturday Night Fever do que qualquer coisa do hit-das-raves Skazi, por exemplo. Lembra quando até as músicas feitas para dançar tinham alguma harmonia? Eu não. Ainda não tinha nascido... Disco is dead. And loving it.

P.S.- Teste para saber se alguém ainda lê o quase-abandonado blog: passo para o Pedro, o Baiano e o Léo a mesma pergunta. O que anda frequentando seus ouvidos?

quinta-feira, outubro 25, 2007

Desligue o computador e vá ler um livro!


"Pornotuuuube...ponto... com!"


Mas vai você na frente, que eu estou vendo meus e-mails, scraps do Orkut, atualizações nas comunidades, blogs, vídeos novos no VocêTuba... e depois vou ler A Droga da Obediência.

quarta-feira, outubro 24, 2007

Eu tenho uma preguiça gigantesca...

...Gigante pela própria natureza. Por isso que não estou postando ultimamente. Lógico, eu poderia encher vocês de links do Youtube, como fiz nos últimos posts, mas prefiro não fazê-lo.

Por enquanto, estou mirabolando pautas. Me aguardem. Alguma hora chega...

domingo, outubro 07, 2007

terça-feira, outubro 02, 2007

VMB é coisa do passado...

...a moda agora é emo alienado. Lembra quando no VMB eram premiados os melhores clipes do ano? Quando tínhamos vários concorrentes de peso, com clipes inovadores, com idéias malucas, com músicas incríveis? Pois é, isso é passado.


Manhêêêê... ganheeeeeeei!


O VMB desse ano foi praticamente uma tortura logo após o show da Juliette Lewis e seus Licks (tocando seu single de sucesso, é lógico). Depois disso, tudo era previsível: piadas idiotas, vencedores que já estavam óbvios desde que foram indicados (e foi anunciado que a audiência escolheria os ganhadores), shows protocolares. Para se ter uma idéia, um dos melhores shows da noite foi da ex-dupla siamesa Sandyjúnior. Nem a véia Marylin Manson fez bonito. Aliás, fez feio pra caralho.

Banda dos sonhos praticamente consolidada há três anos: Pitty nos vocais (desde 2005), Champignon no baixo (2005), Japinha na bateria (2005), e o tal do Fabrizio do Hateen na guitarra (desde 2006, em 2005 o escolhido foi Edgard Scandurra, merecidamente). Gosto da Pitty e considero o Champignon um ótimo baixista (do Charlie Brown, o que me dá nos nervos é o Chorão). Mas... todo ano a mesma coisa? Que tal mudar? A audiência não está muito afim. Ou não conhece outros instrumentistas, quem sabe.

E o NxZero foi a banda do ano. Fico com a opinião do João Gordo, o "traidô" que ainda fica puto com noites previsíveis e jabazeiras e com vencedores escolhidos pelo número de fãs que têm.



Espero que ano que vem, o Calypso esteja entre os concorrentes. Se é pra medir popularidade, vamos fazer esse jogo ficar mais divertido.

P.s. - Fiquei feliz que os Red Hot Chili Peppers ganharam o prêmio Artista Internacional. Desbancaram Fergie, Justin Timberlake, Fallout Boy, Panic! At The Disco, e até a bebaça Amy Winehouse. Estranho, mas como fã, gostei.

domingo, setembro 30, 2007

Não morri.

Só estou com falta de pautas decenter e imaginação para desenvolvê-las. Enquanto isso, divirta-se com as melhores manchetes da semana.


Okay, okay! Veeeeeeeeeeja...


Fonte: Terra - Gente & TV
Domingo, 30 de setembro de 2007, 22h03
Bruno Gagliasso leva a mulher em feijoada de sua família
Belas merda.

Domingo, 30 de setembro de 2007, 16h37 Atualizada às 17h38
Christiane Torloni cai no samba em feijoada do Festival do Rio
Pelo jeito, as feijoadas estão em alta.

Sábado, 29 de setembro de 2007, 21h48
Com barba "por fazer", Alemão curte festa de música eletrônica
Daqui a alguns meses, pergunte a qualquer um quem foi o tal Alemão. Vai virar um Bambam.

Sexta, 28 de setembro de 2007, 20h06 Atualizada às 18h24
Preta Gil experimenta roupas em inauguração de loja
Infelizmente, nenhuma delas serviu na filha do ministro.

Okay, okay! Mais uma para detonarrrrrrrrrr... veeeeeeeeeeja:

Sábado, 29 de setembro de 2007, 19h21
Lindsay Lohan vai deixar reabilitação temporariamente
Sério, isso é notícia? Acho que é mais fácil publicar no começo do mês: no mês de outubro, Lindsay Lohan, Amy Winehouse e Britney Spears entrarão e sairão mais que o pau de Rocco Sigfredi de clínicas de reabilitação.

Chega. Torçam para minha inspiração voltar...

terça-feira, setembro 11, 2007

Na epidemia de panças indigestas

...quando eu assisti isso e ainda ri alto... percebi que meu cérebro nunca foi o mesmo depois de Roberto Gomes Bolaños. E acho que poucos não concordam comigo.



Bonus track: "Pepe, já tirei a vela!"

quarta-feira, setembro 05, 2007

Filmes ruins que são bons

Quem não deu aquela risadinha disfarçada, mesmo achando aquela cena na tela uma das mais imbecis já filmadas? Já assistiu filmes na Sessão da Tarde, e mesmo sabendo que estava perdendo seu tempo, não desgrudou os olhos da tela até o último segundo? Eu, como a maioria de vocês, já fiz tudo isso e mais: adoro esse tipo de filme. Quanto mais idiota, melhor. Piadas imbecis. Trocadilhos mal-dublados. Escatologia além do compreensível. Atores conhecidos em papéis que preferem esquecer. Atores que nunca mais serão vistos em qualquer outro filme. Existem milhões de motivos para você perder seu tempo (e dinheiro) e alugar esses cinco filmes ruins que são bons.


Cara, Cadê Meu Carro? (2001)
com Ashton Kutcher, Sean William Scott, Jennifer Garner

De longe, meu filme preferido. Aluguei sem grandes pretensões, esperando algo na linha American Pie. O filme começa idiota, vai ficando nonsense, e a cada minuto atinge um nível acima do humanamente imaginável. Jesse e Chester (Kutcher e Scott) acordam num dia sem lembrar do que aconteceu na noite anterior (já passei por isso). Ao irem visitar suas namoradas, percebem algo: cadê o carro? Nisso, seguem sua jornada procurando por pistas que digam o que fizeram e onde foi parar o tal carro.
Aviso: não espere um filme comum.
Destaque: chinese fooooood, how can I help you?


O Peste (1997)
com John Leguizamo, Freddy Rodriguez

Amado e odiado, O Peste é um campeão da Sessão da Tarde da Globo, quando eles não têm mais o que passar. Lembro da primeira vez que assisti, na Tela Quente. Na era Paleozóica. A premissa é simples. Leguizamo é Pestario Vargaz, um latino (dã) que sempre se dá bem. Até que acaba sendo literalmente caçado por um alemão maluco. Pronto, esse é o roteiro. Jogue bastante escatologia, piadas xenofóbicas, toda a zé-gracice de Leguizamo, e você tem um puta filme ruim que é ótimo.
Aviso: você pode odiar esse filme.
Destaque: "se eu estivesse envenenado, eu poderia fazer isso?


A Mão Assassina (1999)
com Devon Sawa, Seth Green e Jessica Alba

Aluguei esse filme junto com o clássico Ataque dos Tomates Assassinos e Jack Frost. Esse se enquadra muito mais no quesito "filmes ruins que são bons", já que os outros dois são mais "filmes B que são C". Anton (Sawa) é um maconheiro adolescente típico de comédia americana, e é mais sedentário que eu (e isso é difícil). Eis que o garoto
descobre seus pais mortos, ao acordar pela manhã. E ele descobre que o culpado... é sua mão direita! Anton segue matando contra sua vontade, inclusive seus dois melhores
amigos, que continuam vivos (zumbis, kinda) porque... estavam com preguiça de ir pro céu. Lembra bastante um episódio do Chapolim Colorado com o mesmo mote de descontrole manual.
Aviso: bom filme para iniciação de crianças em filmes de terror.
Destaque: a banda Offspring participa do filme tocando "Beheaded", e Dexter Holland segue a letra à risca.


Mulher Infernal (2002)
com Jack Black, Jason Biggs, Steve Zahn e Amanda Peet

A combinação Jack Black/Jason Biggs/Steve Zahn é fantástica. Filme sem-noção que trata do ciúme que todo amigo tem quando algum de seus colegas arruma uma namorada.
Nesse caso, Biggs se apaixona perdidamente pela personagem de Amanda Peet (e quem não se apaixonaria, hein?) e cabe à Black e Zahn recuperarem o amigo e tirarem a moça do esquema. Ótimas tiradas, Jack Black sempre genial, e Steve Zahn mandando bem. Em qual filme mais eu vi o tal Steve Zahn, hein?
Aviso: Nada de escatologia. Muito Neil Diamond.
Destaque: "Como um mímico fica fazendo sexo?"


Débi e Lóide (1994)
com Jim Carrey, Jeff Daniels, e Lauren Holly

Você já viu esse filme. Você riu com esse filme. Você imitou frases desse filme. Você conheceu Jim Carrey nesse filme. Você sabe o roteiro desse filme. Você cansou de ler frases terminando com "esse filme". Para quem não viu (duvide-o-dó!), Harry e Lloyd vão atrás de uma moça porque ela esqueceu a mala na limosine da qual Lloyd é motorista. Seguem inúmeras piadas escatológicas, idiotas, de duplo sentido, diálogos à Beavis e Butt-head, e a música só de consoantes do Crash Test Dummies.
Aviso: o Jim Carrey não era sensacional em 1994?
Destaque: me chamem de maldoso, mas... "passarinho bonito".

Taí. Em breve, cinco filmes bons que são ruins. Muito ruins.

domingo, setembro 02, 2007

sexta-feira, agosto 31, 2007

Beto Jamaica explica a imigração oriental


O old-school É o Tchan.


No ano de 1999, o grupo de filósofos e pensadores denominado É o Tchan nos proporcionou momentos de sabedoria e conhecimento com sua canção "Arigatchan", na qual dissertavam sobre a cultura nipônica e suas tradições, e mostravam o quão deslocados os nipo-brasileiros se sentiam no país do futebol, da Vivi Fernandez e do tiroteio.

A dança é fácil
Não tem bicho papão
Vem lá da Ásia
Vem das bandas do Japão
O latino - americano o Tchan do Brasil
Chega ensinando
Pra quem nunca viu


Neste trecho, o mestre Jamaica introduz sua tese, mostrando a origem de seu objeto de estudo, e deixando bem claro que pretende passar seu conhecimento aos ouvintes, explicitado no trecho "...chega ensinando pra quem nunca viu".

Vem do Oriente
Pra mexer com a gente
Vem quebrar gostoso, aqui no Ocidente
Sei que você gosta
Sei que você deixa
Todo mundo ligado na dança da gueixa


Na continuação de sua apresentação formal, Roberto Jamaica diz que os orientais o incomodam, pois "mexem com ele", e vêm para cá apenas para fazerem "quebra-quebras". Apesar de tudo isso, ele reconhece que gosta de uma nipônica, mesmo que elas apresentem ausência daquilo que ele mais gosta, o "tchan". Mais sobre isso a seguir.

Arigatô, ô, ô, ô, ô
Saionará, á, á, á, á
Samurai quer ver bumbum mexer
Samurai quer sushi pra comer
Samurai quer amarrar o Tchan
Samurai quer tchan, tchan, tchan, tchan


Esse trecho nos mostra que o Tchan era uma banda avançada, demonstrando nesse verdadeiro tratado sobre a cultura nipônica que o japonês (no caso, o sr. Samurai), quando se encontra em território brasileiro, aprecia ver nádegas e derriéres das representantes do sexo feminino do país, pois as asiáticas são naturalmente desprovidas de glúteos. Aqui, o que ocorre é exatamente o contrário, e fiofó é o que não falta, com a graça de Deus.

Essa constatação produz no nipônico a sensação de fome, ou se analisarmos o duplo sentido que o verbo "comer" imprime, que o Samurai em questão, ao ver nádegas brasileiras em movimento tem a necessidade de iniciar um intercurso com uma delas. Isso ocorre porque o sangue de seu corpo começa a ter um fluxo maior, deixando-o em estado de ereção.

Na última sentença, pode-se notar que após tal acontecimento peniano ter lugar, o nipônico se desespera, pois os asiáticos são conhecidos por terem reduzida longitude peniana, e com essa frustração, imagina como seria bom se pudesse amarrar o 'tchan', coisa que povos como o indiano e o africano fazem sem maiores problemas.

Enfim, para que essa canção pudesse ser melhor ainda, eu sugeriria mais incursões do digníssimo senhor Cumpadi Washington, que acrescentaria muito à música referida, com seus sempre pertinentes comentários, como por exemplo o "Tchan! Tchan!", o "Eu gosto muuuuuuuuuuuuuitcho" e o "Dudududududupá".

Sem mais.

quinta-feira, agosto 23, 2007

De quando eu assistia Mtv

Marcos Mion é bom ator, sim. Afinal, nessa época, ele fazia papel de cara engraçado e convencia a todos. Ou pelo menos a mim...



E sim, o clipe é péssimo mesmo.
Mtv, volta com esse programa, e tira aquela porra de Mucho Macho do ar. Eu acho chato bagarai. Até o Cabrito Tevez da Praça É Nossa tem mais graça...

terça-feira, agosto 14, 2007

Welcome to the jungle!


Um passinho à frente, por favor


Bem-vindos à Sampalândia, terra de fumaça, trânsito, cultura, Avenida Paulista e Rua Augusta. Local onde se vive muito bem, depois de três horas dentro da condução. É uma das 27 unidades federativas do Brasil, sendo pólo cultural e financeiro do país. Tem como prefeito o "cuca-legal" Gilberto Kassab, que repele os vagabundos e pede respeito aos doentes. E não gosta nada de propaganda.

Contemplem o metrô Belém às 7 da manhã, onde a massa enfurecida de pessoas amontoadas faz um show do Ratos de Porão parecer uma noite de valsa. Aproveite, sinta o calor humano das 11.016.703 pessoas estrategicamente colocadas como peças de Tetris em um pequeno vagão. Se segure onde puder, pois a cada estação, é um tsunami humano! Sinta o prazer de levar cotoveladas, cutucões, socos, pisões... e o pior: o bafo no cangote. O pior é sempre o bafo no cangote.

Visite a Praça da Sé às 6 da tarde, quando podemos ver com nitidez o improviso dos moradores de rua e contribuir involuntariamente com nossas carteiras para nossos queridos trombadinhas, para a compra dos populares "esquenta-garganta", quando não de pedrinhas que em instantes viram fumaça.

Vá à Avenida Paulista à noite! Passe pelos bares, shoppings, lojas, restaurantes... Aproveite e vá ao MASP, e veja se adquire um pouco de cultura. Passe na Reserva Cultural, assista um filminho e coma uma pipoca. Ou não, que pipoca faz um barulho desgraçado e atrapalha toda a porra do filme.

E se quiser ir fundo mesmo no sub-mundo de São Paulo Rock City, vá à Rua Augusta, lá pela meia-noite, no final de semana! Sentido Centro. Comece passando pelo Espaço Unibancool, que provavelmente estará fechado. Pô, já tá tarde, né, rapaz. Descendo, passe pelas padarias, sempre lotadas de gente descolada, bacana e normalmente alcoolizada.

Alguns metros à frente, tente não cair em tentação com a variedade impressionante de Casas de Conveniência (if you know what I mean) e com as oportunidades de sexo bizarro, barato e selvagem com mulheres dos mais variados tipos que lhe serão oferecidas por simpáticos porteiros/gigolôs! Aproveite e converse com o Garcia (o rei da noite), da casa Maison, que ele é a maior figura. Mulheres de todas as formas, jeitos, tamanhos, cheiros, etc. E strips com Metallica, Pink Floyd, Kelly Key, Justin Timberlake... Você ouve de tudo dentro de uma whore house.

Para fechar a noite, pare no Bar do Bahia (alguns metros antes da Outs), e vá se enchendo de cervejas. E talvez um copo de Ypióca, pra contrabalancear. Cuidado para não fazer nenhuma cena ou cagada dentro do Bar, que o Bahia merece respeito! E guarde um dinheirinho para a jukebox, que vale a pena e ninguém é de ferro. Sempre queremos fazer os outros ouvirem coisas que só nós gostamos. Sugestão: quando o bar estiver lotado de indies/punks/alternativos/emos, coloque "Lapada na Rachada", dos Aviões do Forró. Se possível, faça um vídeo das reações e mande para mim.

Essa é minha São Paulo. Suja, lotada, fedida. Mas eu adoro.

quarta-feira, agosto 08, 2007

5 músicas não-relacionadas

Para animar o final desta semana, 5 canções sem relação alguma uma com outra. Unidas apenas por serem sensacionais, cada qual em sua área, e por constarem na playlist de mais de 5000 mp3 no meu abarrotado Winamp. E como assunto não cai do céu, e colocar mais vídeo do Youtube aqui seria overdosar vocês, leitores não-comentantes, vamos à 5 musiquetas que muito me agradam, e espero que todos apreciem, de alguma forma.

1. Harry Belafonte - "Jump In The Line"


A música fecha o sensacional filme Os Fantasmas Se Divertem em grande estilo. Na minha opinião, é um arrasa-pistas. Coloque no seu setlist quando discotecar: ou a pista dança freneticamente, ou vai te mandar às favas. É, gosto é que nem brioco. Anyways, sensacional canção latina muitíssimo da dançante, sim, senhor.

2. TNT - "Ana Banana"


Essa eu conheço graças ao Ete, baixista da banda Muzzarelas. Ele colocou pra tocar em uma noite suja no Bar do Zé, em Barão Geraldo, aproximadamente em 2005. Letra simples (pra não dizer de outra forma), riff inspirado, rock and roll sulista puro. Parentesco direto com a sensacional mãe de todas as bandas gaúchas Cascavelettes.

3. Bloodhound Gang - "Ralph Wiggum"


Para quem conhece o Bloodhound Gang só pelo hit "The Bad Touch" (aquele que citava a Discovery Channel), saiba que a banda tem quatro álbuns lotados do melhor do trocadilho e humor negro americano, com canções como "Kiss Me Where It Smells Funny", sobre a arte do cunnilingus, e "I Wish I Was Queer So I Could Get Chicks", sobre como ser homossexual pode te ajudar a pegar mulheres. Já "Ralph Wiggum"... é formada só por frases do genial Ralph Wiggum, o brilhante filho do chefe Wiggum dos Simpsons.

4. Kaiser Chiefs - "Everyday I Love You Less And Less


Essa música dos Kaiser Chiefs é sensacional. Makes me wanna dance. E tem o tecladinho mais oitentista já realizado por essas bandas retrôs de hoje em dia. Ah, e sempre me faz lembrar que meu amigo Artur 'Porter' canta "Everyday eu vou comer seu ass/ Com areia eu vou comer seu ass"

5. Toni Tornado - "Bochechuda"


Funk dos fortes pelo gigante Toni Tornado, lançada no segundo e derradeiro disco dele, em 1972. E não vão dizer que só eu captei o duplo sentido da música? Faz sucesso em qualquer baile black.

Por hoje é só, pessoal. See ya'll later.

terça-feira, agosto 07, 2007

Plagilicious

Você fica maravilhado com as músicas originais e dançantes do Black Eyed Peas? Com a voz e o rebolado de Fergie? Com a cara de lontra do Taboo? Pois saiba que é fácil, sabendo onde buscar. Você sabia que o hit "Fergalicious", do álbum solo da Fergie Ferguson, é simplesmente chupado de "Supersonic", de J.J. Fad? Não, eu não faço idéia de quem é J.J. Fad, mas... Will.i.am sabe, e produziu um clone para sua cria Fergie dançar e cantar, e temos aí um hit! Veja se não é idêntico.



Tá, concordo com o que 90% de vocês pensaram: a Fergie é infinitamente mais gostosa.

sexta-feira, agosto 03, 2007

SubVersão Rock-loungística

Imagine Frank Sinatra cantando algo como... "Gin & Juice", do Snoop Dogg. Ou "Nookie", do Limp Bizkit. Conseguiu pensar em tal esquisitice? Não precisa. Conheça o estranho mundo de Richard Cheese e sua banda Lounge Against The Machine.



A banda é formada por Bobby Ricotta, no piano e arranjos, Gordon Brie no baixo, Frank Feta na bateria e nosso querido Ricardo Queijo nos vocais, palmas e assobios. Esse ano, sai o álbum final da banda, com mais versões festa social de coisas como Slipknot, Blink-182, System Of A Down... ou seja, versões swingin' Las Vegas de rock, rap e pop. Dê uma olhada no vídeo da versão de Dick para "Enter Sandman", clássico do Metallica. As imagens são do Monsters of Rock em Moscow, no ano de 1991.



Se você assistiu o filme (sensacional) Madrugada dos Mortos, ouviu a versão Las Vegas lounge de "Down With The Sickness", do Disturbed. Ótima para festas de gala, aliás. Ah, sim: a banda aceita convites para tocar em casamentos. Inclusive tocou no casamento do baterista do +44 (ex-Blink-182, Transplants, etc) Travis Barker. Alguém mais se habilita?

Dê uma olhada no estilo, sensualidade vocal e

Visite:
site oficial
myspace

CDs:
Lounge Against The Machine (2000)
Tuxicity (2002)
I'd Like A Virgin (2004)
Aperitif For Destruction (2005)
The Sunny Side Of The Moon (2006)
Silent Nightclub (2006)

Chill, relax, grab your martini and enjoy!

Mais SubVersões em Pangéia (uma SubVersão Pop-Cubanística) e em Naramig (SubVersão Fab Four-Metallística)! Visitando os três blogs, você ganha um sensacional prêmio, a ser definido.

(Tá, é mentira. Mas visite.)

quarta-feira, agosto 01, 2007

Oops, I did it again. And again. And again.


É a dança do maxixe... Ignore a Vera Verão à esquerda.


Alguém ainda lembra de quando Britney Spears ainda se dizia "virgem"? É, a Sandy aguentou mais tempo sem virar biaaaaaaaatch. Quem sabe exportando o Junior pra acompanhar miss Spears, ela não se acalma e grava "Abre A Porta, Mariquinha"?

E cá entre nós, a Britnéia, mesmo depois de dois filhos, calvície por vontade própria, golpes guarda-chuvais, surtos psicóticos freaks, entre outros... continua com um belo derriére, vide foto. Especialmente em se tratando de uma biatch norte-americana. Se fosse brasileira, pode apostar que já teria sido contratada pela Brasileirinhas. For shizzle.

Fonte: Papel Pop

segunda-feira, julho 30, 2007

High five!


Atrás: Graham Chapman, Eric Idle, Terry Gilliam.
Frente: Terry Jones, John Cleese, Michael Palin


Quando você não tiver assunto para postar no seu blog, é simples: faça um top 5. O livro e o filme Alta Fidelidade têm esse recurso e são sensacionais. Então, porque não copiá-los? Já que hoje estou sem assunto, sem graça e sem dinheiro, vamos a um top 5 sketches do Monty Python. Para quem conhece a trupe só dos filmes, as sketches são todas retiradas da série Monty Python's Flying Circus, exibida na Inglaterra antes de qualquer incursão dos Pythons na telona. Os vídeos estão legendados em português.

5. Restaurant sketch - 'This makes me mad. Mad!'


4. Silly job interview - 'Good night...ding,ding,ding...'


3. Argument clinic - 'No, it's not!'


2. How not to be seen - 'This demonstrates the value of not been seen.'


1. The funniest joke in the world - 'And, as a consequence, he will die laughing.'


Bonus track. Self-defense against fruit - 'You shot him! You shot him dead!'


Para quem gosta do estilo 'sketch' dos Pythons, recomendo os vídeos (disponíveis em VHS) "...And Now, For Something Completely Different" e o "Live At The Hollywood Bowl", do grupo.

quarta-feira, julho 25, 2007

Olha o Rappa!


Se bem que a coisa piorou com a saída do Yuka. Antes fazia mais sentido.


Sinceramente, nunca entendi o que os "intelectuais" e os "politizados" vêem de tão impressionante nas letras d'O Rappa. Eu até gosto de algumas músicas, e umas poucas canções até me agradam pela letra (como "A Minha Alma"). Mas a maioria das letras do grupo, na minha opinião, é um amontoado de frases desconexas que caem bem no ritmo da música. Talvez eu seja burro, ou não tenha entendido o sentido implícito, quem sabe. Mas acho que metade dos fãzocas revolucionários frequentadores de diretórios acadêmicos também não entendem porra nenhuma, assim como eu.

Exemplo: o que Falcão e sua trupe quiseram passar com o trecho a seguir, de "Reza Vela"?

"Se tudo move se o predio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
A cera foi tarrada
Não se admire"


Agora, alguém me explica o que ocorre com uma pessoa para ela virar bucha de balão ao som de funk, e a cera ser... tarrada?

E esse trecho, em "O Que Sobrou do Céu"?

"O chá pra curar esta azia
Um bom chá pra curar esta azia
Todas as ciências de baixa tecnologia
Todas as cores escondidas nas nuvens da rotina"


Bom, tá, existem chá de curam azia, concordo. Mas... whatahell? Vá lá, essa se eu pegar e ler com mais afinco, talvez faça mais sentido. Essa acho que é preguiça minha, mesmo.

Mas finalmente, uma que pra mim é hours-concours, "Na Frente do Reto". O que diabos essa música quer dizer?

"O show tá começando
O show tá começando
Anote tudo que puder
Anote tudo que ver
Não se sabe o que sucede
O que pode acontecer

Detalhes fazem diferença
Detalhes fazem toda a diferença
E é bobagem, já é tarde, esqueça

Quando estivermos na frente do reto
Fique esperto
Calado e quieto

O show tá começando
O show tá começando

De cara inchada, você ainda enxerga
É teu o vacilo, se ficou tudo roxo
Teu destino é acabar frio
Se foi deus, alguém que inventou
Sete ventos de palavra-chave
Não interessa o jogo andou
Você está no domínio

Quando estivermos na frente do reto
Fique esperto
Calado e quieto

O seu banco afundou, foi demais
Tu rodou, tu rodou

Se a noite é calada
O lugar é de fuga
Acabou pro raja
A vida passou toda junta
Tu não é alemão, mais parece
Professor do medo, da dissimulação

É isso mesmo, é o cerol
É nós que somos escrotos
Os que fazem o serviço,
E todo serviço porco

Praticantes do vício
Tu não viu, nem imagina
Não é vício, nem novela
Não é coisa da china

Quando estivermos na frente do reto
Fique esperto
Parado e quieto

O show tá começando
O show tá começando

O seu banco afundou, foi demais
Tu rodou, tu rodou"


"Na Frente do Reto" tem o duplo sentido que eu imagino de propósito mesmo? Ou ninguém lembra o que é um reto?

Além de quase sempre ter uma ode aos vogais nas músicas. Tipo "Aiôa-ê-ê", e "ô-ô-ô-ô my brother", algo que pra mim é... é irritante. Se você, leitor, puder me dar uma luz quanto às letras, eu agradeço. Quem sabe não mudo de idéia? Porque por enquanto... cantar isso e cantar "Engenho de Dentro" ou "Ragatanga" faz o mesmo sentido. Am I stupid?

Ouvindo nesse exato momento... "Na Frente do Reto". Calado e quieto.

domingo, julho 22, 2007

Recordar é viver

Isso sim que era música. Artistas gabaritados na arte de fazer uma pérola pop. E também da depilação e rebolatividade.



Bonus track: pros saudosistas que estão solitários e sentem falta de conteúdo na programação da TV hoje em dia.

sexta-feira, julho 20, 2007


I made this widget at MyFlashFetish.com.



...e provavelmente nesse final de semana vai tudo por água abaixo.

quarta-feira, julho 18, 2007

Alguém aí se habilita?



Aliás, meus sinceros pêsames a todos que possuem conhecidos envolvidos no desastre. Sempre fico mal quando acontecem coisas assim. É, ainda não sou daqueles jornalistas frios... muito menos calculista.

Camisetas do capeta


Leia na camiseta: Asma é sexy.


Há tempos que visito o T Shirt Hell, e, como sou viciado em camisetas (a única peça do vestuário com que eu realmente me importo, compraria praticamente tudo que tem lá.

Pois se as camisetas são bacanas, e ainda têm humor negro e sarcasmo, além de colocar fotos de gostosas as usando, o que mais posso querer? Alguém se habilita a me mandar uma de presente? Aceito de bom coração.

Como também ando viciado em fazer Top 5, Rob Gordon style, vamos à meu Top 10 (porque 5 é pouco, no caso) camisetas T Shirt Hell. A ordem é aleatória.


"O primeiro a vomitar dirige"



"Sua irmã é gostosa, mas sua mãe faz aquele negócio com a língua."



"Lembrete: comprar mais cerveja"



"Milhões de meus potenciais filhos morreram na cara de sua filha ontem à noite"



"Se você já está tão perto, porque não chupa meu pau logo?"



"Também disponível na versão sóbria"



"Continue falando: eu adoro minas bêbadas"



"Estou por aqui com os anões"



"Minha outra namorada é muito mais gostosa"



"Engula, ou vai parar no seu olho"

sexta-feira, julho 13, 2007

Rock and Roll

O Léo viu que o Gustavo escreveu na coluna dele hoje, e eu me sinto na obrigação de compartilhar da idéia. Ipsis Literis!

Hoje, 13 de julho, é o Dia Mundial do Rock. Quer que isso faça sentido pra você? Então ouça, bem alto:

The Beatles - Revolver



1. "Taxman"
2. "Eleanor Rigby"
3. "I'm Only Sleeping"
4. "Love You To"
5. "Here, There, and Everywhere"
6. "Yellow Submarine"
7. "She Said She Said"
8. "Good Day Sunshine"
9. "And Your Bird Can Sing"
10. "For No One"
11. "Doctor Robert"
12. "I Want to Tell You"
13. "Got to Get You Into My Life"
14. "Tomorrow Never Knows"


Como sou mais legal que o Léo, eu dou o link pra vocês apreciarem esse álbum que pra mim demonstra perfeitamente o que é ROCK. Baixem, ouçam, e comprem depois. Porque como disse o Léo, esses discos merecem ser adquiridos.

Rockin' in a Friday 13th


Cuidado, hoje é dia dele.


Hoje começa o Pan.
Hoje é dia mundial do rock.
Hoje é sexta-feira 13.
Hoje é... muitas coisas! Pra comemorar todo esse acúmulo de datas, irei com meu companheiro de mal traçadas Baiano, Juliano e Chapolim, a lugares que não ousam dizer seu nome. Rock, sexta-feira 13, e começo de evento esportivo (qualquer que seja), são uma tríplice que pede outra tríplice: sexo, álcool e rock'n'roll!

Como diz Jimmy, do Matanza, na música "Chamado do Bar":

"Não devo nada bra ninguém, bebu sestiverafim, a minha vida é minha, e a zua que ze voda!"

Altos e baixos

Mais alto do mundo encontra mais baixo do mundo
Fonte: Terra


Só eu me espanto com a diferença do tamanho das cabeças? Um poderia penetrar o outro com o corpo inteiro sem problema. Sem vice-versa.


"Um encontro cheio de expectativa. O homem mais alto do mundo, Bao Xishun, de 2,36 m de altura, se encontrou com o mais baixo, He Pingping, de 73 cm de altura, nesta quinta-feira, na cidade de Baotou, na Mongólia. (...) Tanto Xishun quanto Pingping nasceram na Mongólia."

Alguma coisa está fora da ordem na Mongólia. Quem arranjou esse encontro, hein? Bom saber que ainda existem pauteiros como eu, que primam pelo inusitado, bizarro e idiota, além do atual e jornalístico. Quem aí topa fazer um filme sobre as duas figuras? Irmãos Farrelly? Spike Jonze? Tarantino? Anyone? Pô, já tivemos o Gordo e o Magro...

[Praça É Nossa Mode on]Esqueci de uma coisa. O homem mais alto, Bao Xishun, casou na semana passada. Qual é o nome do filme? Alta Fidelidade! [Praça É Nossa mode off]

segunda-feira, julho 09, 2007

Redação: minhas férias

Mentira, não estou de férias e nem estou perto de ter férias. Mas tivemos um feriado prolongado, e cito as palavras do sábio Artur "Porter" José ao definir as palavras-chave dos assuntos da viagem à Atibaia que fizemos:

Pinto/rola/sexo/buceta/caralho/goza rápido/pinga/xoxota/caralho/cu/trepada/milho/xeca/pomba gira/mão/outkast/pinto/rola/buceta/goza rápído/hey ya

Acho que ele definiu bem: todas as conversas acabavam voltando inevitavelmente ao assunto sexo. E de sexo, partíamos para todas outras opções. E pinga... bem, a pinga, a cana, a cerveja, e todas as anteriores permearam esses três dias.

Aqui, um exemplo de diversão descompromissada e saudável utilizando apenas uma câmera na mão, merda na cabeça e duas bombinhas de festa junina:



Não é o que você espera de uma turma bem-resolvida, intelectual e com boas idéias? Ao fundo, "Low", dos Foo Fighters.

terça-feira, julho 03, 2007

De volta à blogsfera

Finalmente minha internet resolveu funcionar, depois de longas três semanas falando diariamente com o call center Speedy.

Agora, poderei relatar a vocês minhas novas experiências em São Paulo Rock City. A poluição, o trânsito maravilhoso, os lugares bacanas, o álcool imperando, entre outras maravilhas.

Finally, finally. Estava com saudades.

terça-feira, junho 26, 2007

Desculpem o hiato.

Mas estou trabalhando.
Aguardem o triunfal retorno!

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

My pretty desktop.

quinta-feira, maio 24, 2007

De-evolution

Se essa cena fosse o começo de um filme pornô, seria ótima.
Mas concordem: como não evolui para isso, parece um bando de adolescentes de sexta série no cio, que vendo uma galera junta, não resiste aos pulinhos e "olê olê".



[update]E se o Alemão for ruim de cama, ela pode tocar uma Siririca! Got it? Piada Praça É Nossa cortesia de Paulo Cavalcanti.

Bonus:
Clique aqui e copie o novo álbum do Queens Of The Stone Age, 'Era Vulgaris'. Segundo Ruy Goiaba, "Era Vulgaris, agora é grã-finis".

quarta-feira, maio 23, 2007

Porque isso aqui anda tão abandonado?

Porque eu sou preguiçoso.



Mas calma, que eu volto. E mais ativamente!
Enquanto isso, leiam o Baiano, o Pedrão e o Léo, que tão me impressionando com seus ótimos textos. Invejinha. E orgulhinho.

sexta-feira, maio 11, 2007

Ouse ser um idiota gripado!

Pronto, mudamos! Atualizem seus bookmarks aí com o novo endereço e nome deste abandonado blog: http://www.ouseseridiota.blogspot.com!

Com isso feito, agora só me resta cuidar da minha gripe, que se manifestou do dia pra noite. Péssimo. Já que estou neste estado interessante, seguem algumas informações sobre essa nossa companheira nos dias frios, a gripe. (fonte: ABC da Saúde)



GRIPE

Sinônimo: Influenza; flu; Doença chata pra caralho;

O que é/Whatahell?

É uma infecção respiratória causada pelo vírus de computador Iloveyou Influenza. Ela pode afetar milhões de pessoas a cada ano, via spam por e-mail. É altamente contagiosa e ocorre mais no final da moda outono/inverno e início da primavera/verão. Também é responsável por várias ausências ao trabalho e à escola, sendo a melhor desculpa para se ausentar de tais chatices, além de poder levar à pneumonia, hospitalização, Las Vegas, Quixeramobim e morte.

Existem três tipos deste vírus: A, B e C. O vírus Influenza A pode infectar humanos e huminas, enquanto que o Influenza B e C infecta só humanos. O tipo C causa uma gripe muito leve e não causa epidemias. É um tipo incompetente de gripe.

De uma maneira geral, o vírus Influenza ocorre de maneira epidêmica uma vez por ano, como o Natal, a Páscoa e especial Roberto Carlos. Qualquer pessoa pode se gripar. Contudo, as pessoas com alguma doença respiratória crônica de Nárnia, com fraqueza imunológica, imunidade no BBB enfraquecida e idosos têm uma tendência a infecções mais graves e agudas com possibilidade de complicações fatais e estatais.

Os sintomas da gripe são freqüentemente mais graves do que os do resfriado.

O vírus Influenza tem uma “capa” (revestimento) que se modifica constantemente, como a Madonna. Isto faz com que o organismo das pessoas tenha dificuldade para se defender das agressões físicas deste microorganismo, ficando também foda desenvolver vacinas para proteção contra a infecção causada por ele.

Por isso, a gripe é um dos maiores problemas de saúde pública.

Como se desenvolve?

Diferentemente do resfriado que, na maioria das vezes, se dissemina pelo contato direto entre as pessoas, o vírus Influenza se dissemina, principalmente, pelo ar. Quando a pessoa gripada espirra, tosse, fala ou paga um boquete, microcuspidinhas (perdigotos) com o vírus ficam dispersas no ar por um tempo suficiente para ser fungadas por outra pessoa.

No revestimento do nariz da pessoa que foi contaminada, ele se reproduz e se dissemina para a Garganta e Torcicolo e para o restante das vias aéreas, que inclui os pulmões e o Aeroporto de Viracopos, causando os sintomas da gripe.

Menos freqüentemente, a doença se dissemina pelo toque (mão contaminada com o vírus) do doente na mão de um indivíduo sadio que, ao levar a mão à boca ou ao nariz pra tirar meleca, se contamina. Ou seja, na punhetinha mútua.

Um dia antes da pessoa experimentar Nova Schin e os sintomas da doença, ela já pode contagiar outras. É contagiante como show da Ivete Sangalo. Poderá contaminar por até 7 dias após início dos sintomas – crianças até mais que isso.

O que se sente?

Gripe não é resfriado, e dezenove não é vinte. A gripe é uma doença com início súbito e mais grave que o resfriado comum. O período de incubação – tempo entre o contágio e o início dos sintomas da doença – é de 1-2 dias. Depois disso, fodeu.

Sintomas:
febre
calafrios e calaquentes
suor excessivo (nesse calor, como sua a bunda, não?)
tosse seca - pode durar mais de duas semanas
dores musculares e articulares (dores no corpo) - podem durar de 3 a 5 dias
fadiga - pode levar mais de duas semanas para desaparecer como David Copperfield
mal-estar
dor de cabeça
nariz obstruído
irritação na garganta

Alguns ou todos os sintomas supracitados podem estar presentes. Ou podem ter faltado.

A doença costuma ceder completamente dentro de uma ou duas semanas. Mas antes, é de bom tom pagar um jantar, levar pra um cineminha... A febre pode durar 3-8 dias.

quarta-feira, maio 09, 2007

Cria asa, periquita

Eu havia antecipado a tendência de "Lapada Na Rachada" ser o hit do vera verão 2007. E foi (pelo menos onde estive!). O novo hit do Latino, "Sem Noção", já está dominando as rádios, emissoras de TV e Tóquio com a exclamação "Que malão! Que melão! Que capozão! É tudo ão!". E podem preparar os ouvidos, pois o mestre se supera a cada trabalho, e vem CD novo aí.

E para bombar no seu estéreo e esquentar seus fiofós durante os momentos mais frios, conheçam o sucesso outono/inverno com recomendação minha: "Cria Asa Periquita", do inacreditável MC Biruleiby! Podem escrever: esse funk com certeza vai entrar nos playlists toscos de todo Brasil, é só esperar! O visual do Biruley é um caso à parte, se fizer sucesso, é barbão à la Cládia Ohana na cara e óculos abelha Bono Vox all around. A desenvoltura de Biruleiby na dança também é impressionante, chegando perto do fabuloso 'Moonwalk lateral empinando pipa' de Latino. E com tal canção, aprendemos um novo sinônimo para bunda. Depois de 'popozão', 'curau', 'fiofó', 'rabeta', 'malão', vem aí a 'tabaca'.



Treme treme a tabaca! Biruleiby dá asaaaaaas...

P.s. - Dois dias para a mudança de endereço, de mala e cuia! Anotem novamente: http://www.ouseseridiota.blogspot.com

segunda-feira, maio 07, 2007

O Ataque dos Tomates Assassinos


Merecia um Oscar só pela música-tema. Imaginem o filme.


Eu já falei sobre essa maravilha da sétima arte umas três vezes durante todas as encarnações deste blog. E agora vocês finalmente poderão colocar à prova a genialidade do clássico do trash O Ataque dos Tomates Assassinos.

Os 4 filmes da série Tomates Assassinos aqui, para download, via torrent! E o primeiro (único que assisti, por enquanto), com legendas em português! (agradecimentos ao blog Zombisagem)

Não percam, esse filme tem o selo DTBS de qualidade!

Faltam 5 dias para a mudança do blog. Atualizem seus bookmarks: www.ouseseridiota.blogspot.com . Ousem ser idiotas a partir do dia 11/05!

P.s. - Para comemorar a centésima postagem aqui no blogspot, um brinde aos (poucos) leitores que ainda passam por aqui: uma das melhores trilhas sonoras que já ouvi, do igualmente ótimo filme inspirado pelo igualmente extraordinário livro de Nick Hornby, Alta Fidelidade!

quarta-feira, abril 25, 2007

NP tem mais filhos que Bob Marley


Não é um sonho de jornal?


Outro filhote de Notícias Populares vem à tona (agradeço ao Paulo Cavalcanti pela dica): o Hora H, jornal carioca que possui muita influência do extinto NP. Vou transcrever a primeira coisa que li ao abrir o site, pois é simplesmente incrível.

Que vaginão, hein!

Mulher é presa em presídio de Japeri
com dois celulares, duas baterias,
dois anéis, carregador, relógio, fone
de ouvido e chip em sua genitália


Um jornal que coloca como manchete principal algo como Homem enfurecido corta o próprio ‘pau’, e na edição de sábado mostra fotos (em cores!) de 5 pessoas mortas, sendo que uma delas decapitada, merece palmas!

Visite o site do Hora H e comprove que o espírito do NP é que nem o bebê-diabo: não morre nem ferrando, e ainda te pede carona pro inferno.

terça-feira, abril 24, 2007

A extinta graça do Casseta e Planeta


A melhor capa da Casseta Popular de todos os tempos


Essa maravilhosa obra-prima do trocadeiro brasilho é de logo que as trupes da Casseta Popular e do Planeta Diário se uniram pra formar o Casseta e Planeta. Essa matéria, uma das minhas preferidas, foi publicada na revista Casseta e Planeta nº 2. Deixou saudades a época. Recomendo também os ótimos discos deles, "Preto Com Um Buraco No Meio" e "Pra Comer Alguém". É fácil encontrar pra download na internet. O que a Rede Glóbulo não faz com bons humoristas, hein...

Grandes Personagens Da Nossa Química
Aldeído Fenol (*1920 +1974)

Filho bastardo da ligação covalente de um gás nobre e uma substância pura, que não soube usar a tabelinha periódica, Aldeído Fenol ficou conhecido por seu temperamento explosivo, já que costumava provocar reações eletrolíticas sempre que alguns maus elementos, ou metais da pesada, como o trio Bismuto (Bi), Irídio (Ir) e Tálio (Ti), discordavam dele.

Empresário de sucesso, era conhecido como o "rei da segunda via", por causa da enorme quantidade de complexos de carbono que vendia em escritórios e repartições. Mas com o advento do Xerox, Aldeído foi à bancarrota e conheceu a miséria.

Em situação deplorável, teve que se sujeitar a tudo, tendo, inclusive, entregado seu anel benzênico a diversos elementos, como os famigerados Paládio (Pd), Molibdênio (Mo) e Cádmio (Cd), que não dispensaram a oportunidade de meter-lhe o Ferro (Fe). Comenta-se que até o Titânio Arnaldo Antunes e o eterno craque Zinco estiveram naquele Cobre (Cu). O contato com metais de transição, que jamais desejaram uma ligação estável, fizeram de nosso saudoso Fenol uma figura insípida, inodora e incolor. Aldeído vivia na maior água.

No início dos anos 70, enveredou pelo caminho das drogas, cheirando polímeros e fazendo uso de um ácido de alto PH que tirava os seus nêutrons de órbita. Desempregado, nas CNTP vivia em estado sólido, mas, mesmo duro, Aldeído não conseguia abandonar o vício, queimando suas parcas economias ao vender as suas últimas propriedades químicas.

Numa triste tarde de outubro, Aldeído foi preso e levado para uma cadeia molecular de segurança máxima. Lá recebeu uma pressão de um vapor, que havia lhe adiantado uns compostos orgânicos. Depois de uma acalorada (+ ou - 360º Fahrenheit) discussão, o marginal partiu para a violência e, usando sua massa molecular, trucidou o pobre Aldeído Fenol, que não teve tempo nem para uma simples reação iônica.

terça-feira, abril 17, 2007

Vivo e chutando

Não, o blog não morreu, caso você sempre pense isso quando clica no link da Dare To Be Stupid. Se você entra aqui apenar por curiosidade mórbida, pode tirar o cavalinho da chuva.

Em aproximadamente quinze dias, uma mega-reforma no blog que você conhecia como Dare To Be Stupid. Sim, conhecia, pois até o nome vai mudar. Depois da maledeta pesquisa que fiz, percebi que só eu mesmo posso arranjar um nome que me satisfaça completamente. O nome sugerido por leitores que foi mais aplaudido foi "MiJão". Só por aí, já dá pra se ter uma idéia, não? Pois é, o nome já está definido: Ouse Ser Idiota. Nada mais é que Dare To Be Stupid adaptado para o português, como o Mateus Reis já tinha me aconselhado há tempos atrás.

O endereço vai mudar em breve, então já se preparem: atualizem seus bookmarks com http://www.ouseseridiota.blogspot.com

Aguardem, novas sessões, novos links, menos Youtubes, mais textos, e o mesmo idiota que vos fala.

quarta-feira, abril 04, 2007

terça-feira, abril 03, 2007

Por dentro (literalmente) dos Toons

Você algum dia ,enquanto assistia desenhos animados na TV, pensou algo como "Porra, esse Charlie Brown tem uma cabeça enorme!" ou "O Barney Rubble é atarracado, hein..."? Se você pensou, ou não estava prestando atenção no desenho, ou estava bêbado. Ou ambos.

Mas, se pensou alguma coisa do tipo, e quiser ver o esqueleto do Pikachú, Betty Boop, entre outros cartoons, conheça o maluco Michael Paulus. Ele fez um estudo do esqueleto de inúmeros personagens, e tá tudo no site do cara. Vale a pena. É praticamente um freakshow.


Raio-x no Pokemón! Pika Pika!

segunda-feira, março 19, 2007

Sem Meias Palavras Is Back!



Taí o melhor vídeo do programa desde o clássico Leonaldo "Cachaça Carai".
Espero que continuem!
Visitem o site.

quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Ele é apenas um rapaz...Latino


"Festa No Apê", em clipe feito por Rafinha Bastos


Latino já pediu pra ser levado. Latino já disse que teve charme jogado nele, não resistiu e ficou afim. A cachaça domina o seu eu, faz o dia virar breu, e a noite uma caçada. Latino já foi cachorrinho da Kelly Key. Latino fez uma festa no apê... que durou mais de ano. Latino é ídolo e poeta, simplesmente. E quem não concorda, é porque não está ouvindo música ou vendo TV nos últimos quinze anos...

A última notícia que tive do mestre é que ele vai lançar um CD nos Estados Unidos, para o público brasileiro de lá. E talvez ele tenha sucesso, afinal, Latino é (paralama do) sucesso e (Ronaldo) fenômeno, e não tem medo de quebrar a cara (caramba-cara-caraô). Será que "Festa No Apê" será traduzida para o inglês?

"Party At Apartment"

Tonight is party at my apartment
You can show up
There's gonna have ass a-go-go
Tonight is party at my apartment
We have booze until the sunrise

Come on here
You can enter
Who is here
Is intahouse

Hello
Pleasure
The night... hmmmm... is ours
Waiter
Please come here
And serve well the visit

It's good
It's fuckin' good
In here nobody stands alone
Come in here
And drink a drink
Cause the night is a child

Tonight is party at my apartment
You can show up
There's gonna have ass a-go-go
Tonight is party at my apartment
We have booze until the sunrise

Horny
Seduction
Libido in the air
In my bedroom there are even people makin
Orgy

It's good
It's fuckin good
Everything is party
Pegation
I'm gonna mess up
With the womenhood
And the buddy's gonna get hot


Sucesso! Espero que com essa idéia de dominação mundial by Latino, ele faça sucesso até em sua língua-mãe... o latim! Afinal, Latino em latim seria uma prova que o rapaz é inteligente, e não só um cara que inventa danças como o Moonwalk lateral empinando pipa e o Anão bêbado olhando algo no horizonte, dois passos que só Big DJ L sabe como reproduzir com perfeição. Vamos a Latino em latim, algo a ser estudado pela gravadora do popstar.

Festium In et apex

Presentum et festium in et apex
Podium aparecetus, circulatium anius lex-lex
Presentum et festium in et apex
Biritum et solaris nascentium est

Veni qüix, podium entrare quemx et qüix et domicilium est (repetes el frasium)

Holarium, prazerstes, noctum eeeeeeet nostra est

Campeones, per favorium
Vini qüix et servist beni et vizitum

Et bono, maximus bono, quix nonpersona solo est
Entrium quix introduzim etilicus, devidus noctum pediatrum est

Repetes refronis

Tesium, sedux, libidium in et volare
Et mi dormitorium, et personas etium orgium est

Et bono, maximus bono, complete festium pegacionio
Et feminos zoareei, et chápitus quentes est et futurus


Alguém aí pode ajudar na dominação mundial planejada por Latino? Aceitamos versões em alemão, espanhol, francês, italiano, romeno... espera, em romeno já existe. Chama "Dragostea Din Tei", e foi feita pelo grupo O-Zone... Malditos romenos, roubando o reinado de Latino!

Bonus track: "Cátia Catchaça", em versão 'Latido'. Preste atenção nas partes em que se diz "desgramada da cachaça" e "bato na madruga".

Bonus track²: "Festa No Apê", no mesmo esquema. Mais sem gracinha, mas a cara do tal 'Latido' e seu bigodinho compensa.

quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Notícias Populares - Vida, Paixão e Morte



Finalmente na internet, o vídeo-documentário feito por Eduardo Godoi, José Marcelo Siviero e eu, sobre o fabuloso jornal Notícias Populares.

Incluindo casos hilários como o do peru artilheiro, do alicate no ânus e do pinto voador!
Assistam!

Parte 1 - http://www.youtube.com/watch?v=m5Yt6Ca3VaI
Parte 2 - http://www.youtube.com/watch?v=ybpNnwJGtRk
Parte 3 - http://www.youtube.com/watch?v=7xEmUXj_FJA

sexta-feira, janeiro 26, 2007

O Brasil é uma nação de tradutores



Provavelmente, você tem pelo menos um amigo com dificuldades em falar outro idioma. E entre os idiomas, o inglês é o que traz mais situações hilárias quando mal traduzido. Como exemplo próximo, tenho o Diego "Chapolim" Gusmão, que conseguiu cravar a expressão "What's happening hoppening?", na tentativa de dizer "O que aconteceu?".

E a internet nos traz mais inúmeros exemplos de traduções realmente bizonhas. Mas meu irmão Zé Victor (o 50 cent frustrado skatista) me apresentou uma pérola digna de tradução do finado Piores Clipes do Mundo, de quando o Marcos Mion ainda era magrelo e engraçado.

A pérola é de algum gênio cadastrado no letras.mus.br, do Terra. A música em questão é Let's Go To War, dos Murderdolls. Notem as traduções ao pé da letra, as frases mal interpretadas, entre outros... segue a tradução simultânea. As pérolas maiores estarão em negrito.

Murderdolls - "Let's Go To War"

I'm the motherfucking wrench
Thrown in the gears
Everything was great 'til I got here
I'm a bad guy inside and out
Put your faith in me and I'll spit it out
And I admit, I'm a basket case
With lipstick smeared across my face
Cocked and loaded, can't shut me up
Blame it on the music to cover it up

Eu sou a torcedura do filho da puta
Lançado nas engrenagens
Tudo era grande onde que eu adquiri aqui
Eu sou um sujeito ruim dentro e fora
Ponha sua fé em mim e eu cuspirei isto fora
E eu admito eu sou um idiota
Com batom coberto por minha face
Levantei e carreguei, não me pode calar
A culpa foi da música que cobriu isto


Hey stupid, don't suck your thumb
Take your diaper off and put your helmet on
Destroy til there is no more
Put your helmet on let's go to war
Let's go, let's go, let's go, let's go

É tão estúpido não chupar seu dedo polegar
Que sua fralda se vá e vc vista seu capacete
Destrua onde há nenhum mais
Vista seu capacete,vamos para guerra
Vamos, vamos, vamos, vamos


Some things are better left unsaid
But I'd like to see a bullet in your head
Charge the damage to my card
And I'll see you on the graveyard BLVD.
Have a boot to the face, it's on me
Hard to talk shit with no fucking teeth
Spit 'em out, spit 'em out all in a row
So pucker up sucker here's one for the road

Algumas coisas permanecem melhor não ditas,
Mas eu gostaria de ver uma bala em sua cabeça
Carregue o dano a meu cartão
E eu o verei no bulevar do cemitério.
Tenha uma bota ao escurecer e se sente em mim
É duro falar, se cague com seu dentes
Cuspa fora, cuspa fora todo seguidos
Assim enrugue ventosa, aqui é a pessoa para a estrada


Hey stupid, don't suck your thumb
Take your diaper off and put your helmet on
Destroy til there is no more
Put your helmet on let's go to war
Let's go, let's go, let's go, let's go

É tão estúpido não chupar seu dedo polegar
Que sua fralda se vá e vc vista seu capacete
Destrua onde há nenhum mais
Vista seu capacete,vamos para guerra
Vamos, vamos, vamos, vamos


Shut your face and open your eyes
Your whole fucking life was a lie
And everything that you stood for
Just had its ass kicked ou the door
Well I am rubber and you are glue
I'll beat the motherfucking shit outta you
You're pro-life and I'm pro-death
And I'll throw you from the tree

Feche sua face e abra seus olhos
Sua vida de fudedor era uma inteira mentira
E tudo que você agüentava
Há pouco tido é asno expulsado pela porta
Bem eu sou borracha e você é cola
Eu baterei no filho da puta que se caga longe de você !!!!!!!
Você é a favor da vida e eu sou a favor da morte
E eu o lançarei da árvore
E quebra seu pescoço que você fode

And break your fucking neck

Hey stupid, don't suck your thumb
Take your diaper off and put your helmet on
Destroy til there is no more
Put your helmet on let's go to war
Let's go, let's go, let's go, let's go

É tão estúpido não chupar seu dedo polegar
Que sua fralda se vá e vc vista seu capacete
Destrua onde há nenhum mais
Vista seu capacete,vamos para guerra
Vamos, vamos, vamos, vamos


Não é simplesmente uma obra de arte? Vamos rever o melhor momento? Replay, please:

I'll beat the motherfucking shit outta you = Eu baterei no filho da puta que se caga longe de você


É realmente digno de Vinícius de Moraes.

Bonus track - Dança da Bundinha (The Booty Dance)

quinta-feira, janeiro 18, 2007

Mtv 2007 - Alta Fidelidade Clipística - Volume 1

Parece que em 2007 algo inimaginável vai realmente acontecer: a Mtv vai parar de passar clipes. E vai continuar com o mesmo nome? Music Television, mas sem a música. Bacana... Super coerente, a televisão brasileira.

Como isso vai acontecer em breve, e prevejo que o Youtube em breve também deve ser bloqueado mesmo que não deja devido ao fogo na bacurinha da Cicaralha, vou fazer aqui minha lista Alta Fidelidade de videoclipes que são fodões. E enumerarei os motivos do grau fodístico de tais obras de arte. Aqui vão 10, depois eu mando mais 10. Ah, recomendo as músicas também.


Chemical Brothers - "Let Forever Be"
O clipe mostra o dia-a-dia de uma moça e as visões psicodélicas que começam a perseguí-la. Belos efeitos e ótima coreografia, e a moça também não é de se jogar fora. Aliás, as moças.


Sum 41 - "The Hell Song"
Não tem grana para contratar celebridades para o seu clipe? Simples, use os bonequinhos deles! E não apareça no clipe: cole fotos 3x4 em bonecos G.I.Joe que fica bem mais bacana! Mostra como não é preciso de muitos efeitos pra se fazer um bom videoclipe. Fique atento para as participações de Snoop Dogg, Ozzy e Spice Girls.


Red Hot Chili Peppers - "The Zephyr Song"
Ótima banda, ótimo clipe, ótimos efeitos. Feito com caleidoscópios e espelhos. Dá tontura, dependendo do espectador. E segundo meu amigo Túlio, se você olhar sempre no meio da tela, vai ver várias representações de vaginas. Mas a mente dele é perturbada.


Supergrass - "Pumping On Your Stereo"
Marionetes dominam o clipe, a única parte humana que aparece no vídeo inteiro é a cabeça dos membros da banda. O Gaz Combes tá muito Mick Jagger, tanto na música quanto no clipe. Muito bem produzido. Nota 10.


Strokes - "Reptilia"
Clipe com ângulos ousados e filmagens bizarras, todas em close. Foge do velho "banda tocando e pronto". É a banda tocando e pronto, mas você pode ver até detalhes do All Star de Fabrizio Moretti.


Autoramas - "Você Sabe"
Brinca um pouco com o nome da banda. O autorama vai sendo desmontado até se transformar em um carro em alta velocidade, com ótimos efeitos.


Blink 182 - "Always"
Esse clipe é impressionante. A tela se divide em três, cada faixa com um dos integrantes da banda fazendo a mesma atuação. Ótima edição, especialmente quando a câmera gira em volta dos três, e cada faixa da tela está em um cômodo da casa.


Andrew WK - "We Want Fun"
Esse clipe na verdade não é tão maravilhoso assim, mas tenho vários motivos (estritamente pessoais) para adorá-lo. Alguns deles: a presença dos caras do Jackass; a zona feita no meio do nada; a semelhança com a zona que aprontávamos no Barraco do Gordo, em SP... entre outros.


Sepultura - "Convicted In Life"
Um dos mais recentes, mostra os animais tendo sua vingança no inferno... A representação do inferno é incrível, e os membros da banda apodrecendo também. Especialmente o solo "sem mão" do Andreas Kisser.


Foo Fighters - "All My Life"
Esse clipe é demais pelo uso de luz e sombra, cores, tudo mais. O uso do branco/preto/vermelho é foda... e eles começavam os shows assim, na época. Puta jeito de começar um show.

Aguardem o volume 2, com mais 10 clipes. Aí, copiem as Mp3 das músicas que dá pra gravar um CDzinho bacana, bem eclético, com ótimas músicas...

PS - O Arnaldo Branco é foda.