quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Notícias Populares - Vida, Paixão e Morte



Finalmente na internet, o vídeo-documentário feito por Eduardo Godoi, José Marcelo Siviero e eu, sobre o fabuloso jornal Notícias Populares.

Incluindo casos hilários como o do peru artilheiro, do alicate no ânus e do pinto voador!
Assistam!

Parte 1 - http://www.youtube.com/watch?v=m5Yt6Ca3VaI
Parte 2 - http://www.youtube.com/watch?v=ybpNnwJGtRk
Parte 3 - http://www.youtube.com/watch?v=7xEmUXj_FJA

2 comentários:

Léo disse...

Boa Jaum...vou lá assistir denovo!!

Abração!

Chester disse...

João,

Fiquei muito feliz pela sua "visita" no chester.blog.br (você aportuguesou o nome, eu simplesmente fiz da URL o nome e acabou :-) ) - já tinha cruzado com o Dare to Be Stupid nas eventuais buscas de coisas "alternativas", e curti.

Mas se for pra rasgar seda, prefiro ir direto ao "Notícias Populares - Vida, Paixão e Morte" - o qual, como falei no post , achei fantástico. Uma versão "bigger, longer and uncut" seria ótimo. O tempo atual está legal para ver na web, mas se o material existe, o tema seguramente rende.

Sobre o comentário da pós-produção, na real o que quebrou o clima um pouco foram os títulos colcados sobre o NP (ex.: os nomes dos entrevistados, ou algumas das chamadas que eram sobrepostas no lugar de outras). Não sei se é alguma diferença de fonte, ou se é o fato de sobrar espaço em branco (que fica estranho em qualquer jornal, mas particularmente no NP, que parecia ter declarado guerra ao espaço em branco). Talvez algum trabalho sobre o kerning ou sobre o texto para cobrir este espaço em branco ajude, não sei.

Disclaimer: Não sou da área de cinema / jornalismo / marketing / design / assemelhados. Isto é um feedback de "usuário" mesmo, então fique à vontade até para ignorar.

A coisa mais parecida que eu tenho com autoridade pra falar do assunto é ter passado boa parte do ano de 1991 lendo NP: eu trabalhava como programador em um pequeno escritório de contabilidade/imobiliária de bairro, e o tiozinho que cuidava da imobiliária sempre comprava o NP, que acabava sobrando na minha mão! :-)

Tá, pra não dizer que eu nunca comprei um: quando deu a capa falando do Arlindo Barreto (o intérprete do Bozo que teve um problema com cocaína) não resisti a levar para o escritório (isso devia ser algo na linha 95/96). Mas eu estou divagando...

Caso você venha a produzir material novo de entrevistas, uma sugestão é falar com o Leão Serva. Tive a oportunidade de conhecê-lo no iG (que capitaneou a área de jornalismo na época em que trabalhei lá, no início desta década) e atestar que a seriedade dele é inabalável, independente de pauta, mídia ou do que quer que seja. Imagino que ele tenha algumas boas histórias para contar.

Ufa, é isso! Deixo aqui novamente os parabéns pelo trabalho, e fico no aguardo desta nova versão!

Grande abraço,
Chester